Menu

quarta-feira, 25 de junho de 2014

C&T de Angicos recebe conceito máximo

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa) comemora a importante conquista de conceito máximo obtido pelo curso de Bacharelado em Ciência e Tecnologia (Noturno) do Câmpus Angicos. Esse Bacharelado foi o primeiro curso da instituição criado fora do câmpus central, em Mossoró, há seis anos.
A nota é resultado de uma avaliação do Ministério da Educação – MEC que atribui conceito aos cursos universitários em uma escala que varia de 1 a 5, sendo essa última considerada a nota de Excelência.
O bom desempenho do C&T da Ufersa Angicos torna o curso uma referência em âmbito nacional. Isso porque das 14 universidades federais do Brasil que possuem a graduação de Bacharelado em Ciência e Tecnologia, apenas duas – incluindo a Ufersa – detém conceito máximo do MEC.
A unidade da Ufersa em Angicos está em atividade com três graduações. Além de C&T, funcionam também a Licenciatura em Computação e Informática e o curso de Bacharelado em Sistema de Informação, vocacionando o câmpus ao desenvolvimento tecnológico da região do Sertão Central do Rio Grande do Norte.
O professor José de Arimatea de Matos, reitor da Ufersa, atribui o excelente desempenho ao esforço e dedicação de todos que fazem a Instituição e complementa: “estamos percorrendo o caminho certo. A expansão universitária vem cumprindo com o seu objetivo ao ofertar educação de qualidade longe dos grandes centros urbanos”.
A avaliação –
O Conceito atribuído aos cursos de graduação é resultante de uma avaliação promovida pelo MEC levando em consideração três critérios para análise. Entre eles estão a Organização Didático-pedagógica, que averigua a estrutura curricular e de ensino do curso e as instalações físicas referentes à infraestrutura oferecida aos alunos, professores e técnicos.
A qualificação do corpo docente também é um ponto forte na avaliação. No caso do BCT da Ufersa Angicos, esse critério foi um fator preponderante para a obtenção do conceito máximo. Do total do quadro de docentes, 60% são doutores e os demais 40% são mestres, sendo que grande parte deles se encontra em processo de qualificação.
No total, quatro cursos do Bacharelado em Ciência e Tecnologia da Ufersa já foram avaliados pelo Ministério. Dois do Campus Mossoró (integral e noturno) e mais um do Campus Angicos (integral). Todos esses também obtiveram um bom resultado, com Conceito 4.
Saiba mais –
AQUI Mec também emitiu o resultado da avaliação geral dos cursos da Ufersa, que se mantém com o Conceito 4.

Nenhum comentário:

Postar um comentário