Menu

sexta-feira, 20 de julho de 2018

O legado de Robinson Faria


Deixar cerca de 150 mil funcionários públicos estaduais sem receber salários em dia durante quatro anos foi o pior ‘legado’ herdado do governador  e pré-candidato à reeleição pelo Rio Grande do Norte, Robinson Faria.

O eleitor não esquece. A imagem do governo é desalentadora. Daí o alto índice de rejeição em todos os municípios do Estado.

Talvez o governador espere que a memória dos potiguares seja mesmo curta e que em outubro de 2018 ele que se atreve a pleitear um novo mandato já que em política, especialmente a tupiniquim, tudo é possível, mas a sua situação é mais para uma carcaça política do que para alguém que pensa em um futuro melhor.

Os sinos dobraram por Robinson, mas não sintamos "pena" dele. Foram suas opções e ações que o levaram à essa condição.

Nenhum comentário:

Postar um comentário