LIDIANE FONSÊCA, uma lacuna feminina na política angicana


A ex-vereadora e ex-presidente da Câmara Municipal de Angicos, advogada Lidiane Fonsêca, faz uma enorme falta na política angicana. Ela foi vereadora de Angicos entre os anos de 1996 e 2008. 

Lidiane entrou para a vida pública aos 21 anos, no ápice de sua juventude, foi vereadora durante 12 anos, chegando a comandar o legislativo municipal.

Ela encerrou sua carreira política após a conclusão do seu terceiro mandato em, 31 de dezembro de 2008. Lidiane foi uma das melhores parlamentares que a terra do pêlo já teve em sua história administrativa e política.

Filha do também ex-vereador Luquinha Batista e Dalvanice Fonsêca, ela seguiu os passos do guerreiro “Pai Vei”, e fez uma grande representação na Câmara Municipal de Angicos como vereadora e presidente da Casa. Lidiane é casada com Gerson Cordeiro Neto, com quem tem uma filha também advogada.

Também na política, Lidiane teve seu nome por diversas vezes lembrado para concorrer ao Executivo Municipal. Este redator teve a honra de ter dado o primeiro voto de sua vida eleitoral à ela em 2004, ano em que disputou sua última eleição para o legislativo angicano. 

Hoje, nosso município, nosso povo, a Câmara Municipal de Angicos e a nossa política local sente a falta de bons nomes femininos como o da ex-vereadora Lidiane Fonsêca Batista.