RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO é inaugurado na UFERSA - CAMPUS ANGICOS


Nesta terça, dia 22, foi inaugurado o Restaurante Universitário - R.U. de Angicos, que entra em operação no campus da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) e irá garantir refeições para os alunos e à comunidade. 

Com a chegada do RU de Angicos, a UFERSA finaliza o seu cronograma de restaurantes universitários dentro do Plano Nacional de Assistência Estudantil, o PNAES. 

Um cronograma que começou a ser executado em 2017 quando foi entregue a reforma do RU de Mossoró e seguiu por 2018 quando foram inaugurados os Restaurantes de Caraúbas, em agosto, e de Pau dos Ferros, em outubro. 




Sob a vigilância da Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis, todos os Restaurantes vêm suprir a necessidade da maioria dos estudantes e servidores da instituição que precisa passar o dia na universidade. 

O Reitor da Ufersa, professor José de Arimatea de Matos, participou de todas as entregas e fez uma recomendação para os estudantes. 

“Este espaço é de vocês, cabe agora a cada um zelar e fiscalizar a qualidade do serviço. Quero dizer que com os três Restaurantes em pleno funcionamento, os campi de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros passam a contar com mais infraestrutura”, frisou. 



Os estudantes de Angicos são os grandes beneficiados com os Restaurantes que passam a oferecer refeições de qualidade a um preço baixo. O almoço custa R$ 2,50 e o jantar R$ 2,00 para os discentes, isso graças aos subsídios estabelecidos pelo PNAES. 

Para quem não é estudante o preço custa em média R$ 7,50, o almoço, e R$ 7,00, o jantar. Isso, de segunda a sábado.  O horário para as refeições é das 10h15 às 13h15 e das 17h15 às 19h15. 

O RU têm capacidade instalada para servir até 3 mil refeições/dia. O restaurante apresenta 840 m² de área construída, num espaço totalmente climatizado. As refeições são balanceadas e sob a supervisão de nutricionistas. 

O Representante do DCE de Angicos, Artur Diniz Araújo, do curso de Engenharia Civil do Campus comentou sobre a chegada do Restaurante. “O Restaurante atendeu as expectativas e está sendo bom. Hoje sendo testado por todo mundo. Quem está saindo, está falando bem”, destacou. 

O Restaurante de Angicos foi o último a ficar pronto. Segundo o Reitor Arimatea, problemas com as empresas que construíram o prédio foi o grande motivo do atraso. 


“A demora na entrega do Restaurante de Angicos foi devido a falta de compromisso das primeiras empresas que venceram a licitação. Quero destacar que a Universidade esteve presente em todos os momentos cobrando dos construtores o término da obra e hoje ela está sendo oficialmente entregue a todos vocês com muito esforço e com o sentimento de dever cumprido. Agradecemos a Superintendência de Infraestrutura, a Direção do Campus de Angicos, a Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis, a Pró-Reitoria de Administração, enfim, foram muitas mãos para entregar essa obra”, ressaltou.para entregar essa obra”, ressaltou. 

A entrega do Restaurante de Angicos garantiu uma nova era para os estudantes do Campus. Emocionado, o aluno de Engenharia Civil de Angicos, Cleiton Araújo, falou que ver o RU aberto e funcionando é um grande sonho realizado. 

“Estamos desde o início acompanhando a construção do Restaurante e também todos os problemas que apareceram, mas é um novo tempo que chega para a Ufersa Angicos”, comemorou. 

Quem também está comemorando a chegada do novo RU de Angicos é a estudante Francimária Moura de Oliveira, do curso de Licenciatura em Computação e Informática. Além de ter o restaurante como opção, a aluna acabou ganhando um emprego dentro da empresa terceirizada que prepara as refeições em Angicos. 

“Eu estava desempregada e vi o anúncio da empresa. Fiquei interessada, enviei o meu currículo e aqui estou”, comentou Francimária, que é natural do próprio município. 


COMIDA BOA – Quem provou, gostou e aprovou. Essa unanimidade prevaleceu entre os estudantes que já almoçam nos R.Us Caraúbas e de Pau dos Ferros e agora também entre os que começaram a fazer as refeições no RU de Angicos. 

A comunidade acadêmica se mostra satisfeita com a novidade de poder fazer as refeições sem sair das dependências de cada campus. 

“Hoje é o maior restaurante aqui da região de Pau dos Ferros, não tem nenhum outro com essa estrutura, com climatização e conforto. Então o nosso R.U será bom para a Ufersa, como para a cidade de forma em geral”, destacou a Assistente Social, Luana Nogueira. 

“Achei muito importante, pois nem sempre dispomos de dinheiro para almoçar fora. Aqui ficou tudo mais fácil, com o grande diferencial que a qualidade da refeição a preço baixo”, opinou a estudante de Ciência e Tecnologia, Sara Alves Cândido. 

Outra vantagem, essa apontada pelo estudante Gabriel Luiz Dantas Lopes Nogueira, de C&T de Caraúbas, é a economia de tempo. “Vai facilitar bastante a nossa vida, além da economia financeira”, frisou. 

Por falar em economia, rapidamente o estudante Felipe Anderson Bandeira Medeiros, calculou o quanto ele passará a economizar fazendo refeições no RU. 

“Antes, gastava por mês cerca de R$ 240,00 e, com o R.U esse valor ficará em torno de R$ 90,00, ou seja, um ganho de R$ 150,00”, afirmou, elogiando também a qualidade da comida. 

ESTRUTURA – Na construção dos Restaurantes Universitários de Angicos, Caraúbas e Pau dos Ferros foram investidos mais de R$ 5 milhões na obra e na aquisição dos equipamentos. 


Em todos os Restaurantes, a instalação da cozinha obedece às exigências da Resolução RDC, da ANVISA, que estabelece os procedimentos de boas práticas para o serviço de alimentação a fim de garantir as condições higiênico-sanitárias do alimento preparado. 


Todos os utensílios são de aço inoxidável. As cozinhas dos três Restaurantes dispõem de um forno industrial, duas caldeiras, duas pass-throughs (equipamento que conserva alimentos quentes e frios e evita a proliferação de microrganismos), duas câmaras de desgelo e quatro câmaras frias (carne, aves, peixes e hortifruti). 


Os espaços são divididos por salas com funções específicas, como por exemplo, preparo de carnes, preparo de vegetais, preparo de sucos, entre outras. 


Com informações e fotos: ASSECOM/UFERSA