Iluminação Pública: Presidente Cloves arca com despesas de competência da Prefeitura de Angicos


O presidente da Câmara Municipal de Angicos (RN), vereador Cloves Tibúrcio da Costa (PSDB), sensibilizado com as constantes reclamações da população angicana e a falta de compromisso da gestão do prefeito Deusdete Gomes, resolveu agir por conta própria e arcou com despesas que por Lei são de competência da Prefeitura Municipal. 

A principal via pública que dar acesso a Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA, estava totalmente às escuras, muitos assaltos a mão armada tendo como vítimas alunos, funcionários e populares angicanos foram registrados naquele entorno nos últimos dias. A escuridão facilitava a ação criminosa dos assaltantes. Apavorados, os alunos já procuravam não transitar mais diante do perigo ao cair da noite por causa da escuridão. 

Amentrontada a professora Silvanete Silva, que presta serviços de terceirização na Universidade com uma loja de xerox, cansada de procurar e solicitar à Prefeitura Municipal de Angicos para que fosse tomada as providências no tocante à troca de lâmpadas, e nada sendo feito, procurou socorro ao presidente da Câmara Municipal, vereador Cloves Tibúrcio. 

A professora Silvanete inclusive teve sua irmã Albaniza Costa e seu cunhado Rodrigo Marrocos, como vítimas dos assaltos naquele logradouro na última semana. 

Atendendo ao pedido da professora Silvanete, bem como de populares para amenizar os assaltos constantes aos alunos e transeuntes naquela região, já que iluminação também faz parte da segurança pública, apesar de vários pedidos feitos ao prefeito Deusdete Gomes que de nada adiantava.

O prefeito Deusdete sempre com desculpas de que pretendia resolver junto a Cosern, e nada vinha sendo feito pela falta de vontade por parte do Executivo que é quem tem o dinheiro pra execultar sem falar que a cidade está toda às escuras e coberta por mato e lama. 

O presidente do Legislativo Angicano, vereador Cloves Tibúrcio resolveu agir por conta própria, e do seu próprio bolso mandou fazer o serviço elétrico e troca de lâmpadas naquela via pública. 

Foram colocadas 14 lampadas de led e que junto a mão de obra somou mais de R$ 1.000,00 (um mil reais) que deveriam ter sido gastos pela Prefeitura Municipal pelo qual é de sua competência fazer.

Vale lembrar que a manutenção da iluminação pública é responsabilidade dos municípios. 

A Prefeitura é que tem de arcar com as despesas de reparos na rede de energia elétrica da cidade, compra de materiais, contratação de pessoal e investimento em melhorias. Estes gastos são de total responsabilidade do Executivo Municipal.