Menu

sábado, 15 de junho de 2019

Pinheiro se prepara para o tudo ou nada, principal nome de oposição para disputar a Prefeitura de Angicos


O atual vice-prefeito de Angicos, Miguel PINHEIRO Neto (MDB), irá apostar todas suas forças na disputa pelo comando do Palácio  Prefeito Espedito Alves - Prefeitura de Angicos nas eleições do próximo ano. Em 2016, ele abdicou do projeto de sua candidatura natural e aceitou ser indicado vice pelo seu partido na chapa encabeçada pelo prefeito Deusdete Gomes (PSDB).

Ambos estão rompidos administrativamente e politicamente desde maio de 2017, a união Deusdete/Pinheiro só durou pouco mais de cinco meses após a posse em 01 de janeiro de 2017. 

O cúmulo foi a eleição para presidência da Câmara, quando o prefeito Deusdete apoiou o nome da vereadora Edileuza, que feito articulação à vereadora seria eleita com o voto de minerva do seu colega de partido,  o vereador Tiago Braga. O que não aconteceu.

Tiago votou no atual presidente da Câmara, vereador Cloves Tibúrcio, participando inclusive de sua chapa como vice-presidente do Poder Legislativo Angicano.

Na época, em decorrência da possível quebra de compromisso por parte dos líderes bacuraus angicanos, o prefeito Deusdete Gomes no dia seguinte deu uma canetada e exonerou todos os cargos indicados pelo vice-prefeito Pinheiro Neto, vereador Tiago Braga e o ex-prefeito Clemenceau Alves.

Desta feita, foi anunciado escancaradamente o rompimento entre o prefeito e vice-prefeito de Angicos. Sendo assim, Pinheiro assumiu junto ao presidente da Câmara Municipal, vereador Cloves Tibúrcio e demais vereadores a liderança de oposição ao prefeito Deusdete na cidade.

Pinheiro Neto atualmente tem se tornado um andarilho. Ele costumeiramente tem visitado às famílias angicanas em suas residências na cidade e na zona rural do município. Ele se prepara para o tudo ou nada, e vai para disputa contra aquele que já foi derrotado pelo próprio MDB a 19 anos atrás.

O ex-prefeito Clemenceau Alves não esconde de ninguém que o seu nome para disputar a Prefeitura de Angicos é o de Pinheiro Neto, que inclusive foi seu companheiro de chapa em 2004. 

A trajetória de Pinheiro na política da terra do pêlo foi de poucas disputas, mas é reconhecida até mesmo pelos seus mais algozes inimigos políticos.

Essa será uma disputa do tudo ou nada... aguardemos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário