Madrasta de Isabella Nardoni deixa prisão para o Dia das Crianças; Suzane von Richtofen e Eliza Matsunaga também aproveitaram o benefício


Anna Carolina Jatobá, a madrasta condenada pela morte da Isabella Nardoni, deixou a prisão nesta quinta-feira (10) para a polêmica “saidinha de Dia das Crianças”. A menina, que tinha 5 anos, foi arremessada do 6º andar de um prédio na zona norte de São Paulo, em 2008.

A reportagem não confirmou se o pai de Isabella, Alexandre Nardoni, também condenado pelo crime, deixou o presídio nessa saída temporária. A SAP-SP (Secretaria de Administração Penitenciári do Estado de São Paulo) disse que “não informa saídas temporárias individuais de presos por questão de segurança”.

Anna Carolina foi condenada a 26 anos e oito meses e já havia utilizado o benefício diversas vezes. Alexandre, condenado a 31 anos, um mês e dez dias tenta o benefício desde setembro de 2018. Em abril deste ano, a Justiça concedeu o benefício e liberou o preso para cumprir a sentença em regime semiaberto e sua primeira saída aconteceu nos Dia dos Pais.

Outras presas “famosas”

Suzane von Richtofen e Eliza Matsunaga também aproveitaram o benefício e deixaram a Penitenciária Feminina de Tremembé. Elas devem retornar até a próxima quarta-feira (16).

Essa é a primeira vez que Eliza utiliza o benefício desde que foi presa por matar e esquartejar o marido em 2012. No Dia dos Pais ela abriu mão da saídinha alegando medo e distância da família.

R7