ROSALBA diz que lutará por Escola Cívico-Militar em MOSSORÓ


A prefeita Rosalba Ciarlini (PP), informou que vai lutar para Mossoró receber uma escola Cívico-Militar, do Governo Federal. A prefeita se posicionou nas redes sociais após a governadora Fátima Bezerra (PT) não manifestar interesse no programa do presidente Jair Bolsonaro (PSL).

“Mais do que aceitar, lutarei para trazer uma escola desse tipo para Mossoró. Acredito que é um erro imensurável dos estados que abriram mão, logo parabenizo o estado do Ceará que não agiu partidariamente e sim pensando no bem-estar e educação de seus jovens. Afinal, as escolas militares são referência e não há nada de política nisto. Desde que soube que as prefeituras poderiam pleitear, não pensei duas vezes. A decisão já foi tomada. Já candidatei Mossoró, oficialmente inclusive. Nos ajude a vencer mais esta, lembrando ao Governo Federal e ao presidente que somos a 2ª maior cidade do RN e merecemos recebe-la, já que estava planejado duas para o RN”, disse a prefeita nas redes sociais.

O modelo chegará, em 2020, a 54 escolas. O objetivo é selecionar duas instituições de ensino em cada estado. Entre os dias 4 e 11 de outubro, as prefeituras deverão solicitar participação. Poderá solicitar a participação, inclusive os municípios em estados que não aderiram ao programa.

No Nordeste, apenas o Ceará manifestou interesse no modelo de ensino. Ao todo, quinze estados e o Distrito Federal aderiram ao modelo de escolas cívico-militares do governo federal, de acordo com balanço divulgado na terça-feira (1º) pelo Ministério da Educação (MEC).