Raio mata 17 bois e vacas em sítio no interior do RN


Um raio matou 17 bois e vacas em um sítio do município de Olho D'água dos Borges, no Oeste potiguar. O proprietário dos animais acredita que o caso aconteceu na noite do último domingo (19), mas os corpos só foram encontrados na tarde desta terça-feira (21). "Eles estavam juntos, debaixo de um pé de juazeiro. Até o mato tostou", contou o produtor José Jairo Cândido, de 53 anos.

De acordo com a população do município, os últimos dias foram de chuvas, com vários trovões e relâmpagos na região. Seu Jairo mora na cidade de Olho D'água e foi até o sítio na segunda-feira (20), para procurar os animais, mas não os encontrou. Na tarde deste terça-feira (21), porém, as novilhas, 14 fêmeas e três machos - foram achadas mortas. O prejuízo estimado por ele é de R$ 30 mil.

"É uma tristeza, e não tem nem com quem reclamar. A gente luta, trabalha com tanto prazer, e vê tudo no chão. Dói muito", relatou o produtor.

Com uma herança de família, Jairo sempre trabalhou com produção pecuária e tem uma vacaria leiteira, com cerca de 50 animais seus e de suas irmãs . Porém, conta que jamais viu algo semelhante à morte dos seus animais. "Eu já tinha ouvido falar de raio matar uma, até três reses, mas essa quantidade toda não", conta.

Durante os anos de seca que atingiram o Nordeste na última década, ele perdeu no máximo três animais, pelo que lembra.

Nesta quarta-feira (22), o produtor foi até o sítio com uma escavadeira para enterrar os animais.