Republicanos ultrapassa meio milhão de filiados e mantém crescimento contínuo


Brasília (DF) – Com o compromisso de construir um legado para o Brasil com trabalho, planejamento e seriedade, o Republicanos tem mantido seu crescimento contínuo. É o que demonstram os dados internos do número de filiações, registrados no Sistema de Filiação Partidária (Filia) do TSE. A sigla saiu de 425.974 em outubro de 2019 e saltou para 597.637 filiados em abril de 2020. A lista atualizada do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) será divulgada em breve.

O crescimento representa a variação positiva de 40,30%, com o registro de 171.663 novos filiados. Para o secretário nacional do Republicanos, Evandro Garla, o partido tem trabalhado com foco não apenas nas eleições, mas sempre pensando e agindo em favor das próximas gerações, com equilíbrio e sem extremismo. Ele cita que a junção de alguns ingredientes têm contribuído para a ascensão da sigla: “o Manifesto com o novo posicionamento do partido, de centro-direita, e também a atuação dos nossos parlamentares, em destaque, o presidente nacional do Republicanos, o deputado federal Marcos Pereira, que atualmente é vice-presidente da Câmara dos Deputados”.

Lá no Amazonas, o Republicanos já figura como o partido com o maior número de filiados, são quase 24 mil republicanos em todo o estado. O responsável pela condução do partido em terras amazonenses, o deputado federal Silas Câmara fez questão de agradecer o empenho dos 61 diretórios municipais, inclusive o da capital Manaus, que levaram o partido não apenas a crescer em número de filiados, mas de reunir números expressivos para as disputas das eleições 2020.


“Dos 718 vereadores do estado, 10% aderiram ao Republicanos. Somos 22 pré-candidatos a prefeito, 29 pré-candidatos a vice-prefeito e iremos apoiar, também, 14 outros pré-candidatos a prefeito, e temos mais 1.046 pré-candidatos a vereador em todo Amazonas”, informou pelas suas redes sociais.

O bom desempenho do partido também foi possível notar com a chegada de 49 novos prefeitos. Hoje o Republicanos têm 155 gestores municipais em suas fileiras, frente aos 106 eleitos em 2016, um crescimento de 46,23%. Entre os nomes, está o prefeito Sergio Meneguelli, de Colatina, norte do Espírito Santo. 

Já o número de vereadores mais que dobrou, saindo de 1.618 para 2.636, o equivalente a 62,92% de crescimento. Foram 1.018 novos vereadores em todo o país, sendo 14 de capitais. 

Desde que participou da primeira eleição majoritária em 2006, o Republicanos já mostrava que tinha tudo para crescer e contribuir com o país, sendo o único partido a conseguir crescer de forma contínua, percentualmente, deixando partidos mais antigos para trás. Em 2009, por exemplo, quatro anos depois da fundação, a legenda já contava com 193.699 filiados, o que já demonstrava a sua força política.

Histórico

Nas Eleições 2006, o partido elegeu um deputado federal e no pleito de 2010, foram oito. Em maio de 2011, o advogado Marcos Pereira, ao assumir a presidência nacional da sigla, afirmou que era a hora de retribuir a confiança da sociedade, honrando cada voto com muito trabalho e dedicação. Com sua atuação, fez com que a sigla obtivesse crescimento expressivo já nas Eleições 2014, quando foram eleitos 21 deputados federais, se tornando a décima maior bancada na Câmara dos Deputados.

Nas Eleições 2018, o Republicanos conquistou 30 cadeiras, sendo alçada à oitava maior bancada da Câmara. O reconhecimento do trabalho de cada republicano e de seu presidente fez com que o partido atingisse essa marca, sempre prezando pela seriedade e responsabilidade com os compromissos firmados com os eleitores. Marcos Pereira, hoje deputado federal por São Paulo, foi eleito, no dia 1º de fevereiro, como vice-presidente da Câmara dos Deputados, já em seu primeiro mandato.

Eleições 2020


Atualmente com 31 deputados federais, 47 deputados estaduais, 2 distritais, 155 prefeitos e 2.636 vereadores, o partido está fortalecido e pronto para lançar pré-candidaturas a vereadores, vice-prefeitos e prefeitos nas eleições municipais deste ano. A meta, segundo o presidente Marcos Pereira, é visionária: o partido trabalha para eleger 3.000 vereadores e 500 prefeitos em todo o Brasil. Nas Eleições 2016, o partido já conseguiu bons números. Foram eleitos 106 prefeitos e 1.618 vereadores.

Uma resolução da Executiva Nacional do Republicanos determina que, preferencialmente, o partido tenha candidaturas próprias a prefeito (a) em cidades com mais de 200 mil habitantes. Essa avaliação deverá ser feita entre as executivas municipais e estaduais, mas serão supervisionadas pela Nacional. 

Texto: Agência Republicana de Comunicação (Arco)