Prefeitura de Natal autoriza retomada gradual do setor de eventos


A Prefeitura de Natal publica na edição desta quarta-feira (19) do Diário Oficial do Município (DOM) um decreto autorizando a retomada gradual das atividades do segmento de casas de recepção, reuniões corporativas, buffets e salões de festa infantil. A decisão contou com o respaldo do Comitê Científico do Município, que orienta a gestão quanto às medidas relativas à pandemia da Covid-19. 

As definições para o retorno dos trabalhos do setor foram acertadas em uma reunião nesta terça-feira (18) entre o secretário municipal de Governo, Fernando Fernandes, e representantes do segmento. Para poder funcionar, os estabelecimentos devem submeter os seus clientes a protocolos rigorosos de biossegurança, aferição de temperatura, controle de acesso, bem como exigir o uso obrigatório da máscara, só permitindo a retirada para o consumo de bebidas e alimentos.

Fernando Fernandes lembrou que a capital potiguar tem atingindo índices decrescentes na detecção de novos casos, ocupação de leitos e registros de óbitos, mesmo com diversos segmentos voltando a funcionar. O secretário ressaltou que o setor de casas de recepção, buffets, salões de festa infantil e similares foi um dos mais afetados e ansiava pela autorização da retomada de suas atividades.

“Temos uma cadeia produtiva muito representativa no setor. Estamos falando de profissionais da gastronomia, garçons, músicos, seguranças, fotógrafos, motoristas, produtores de eventos, enfim, uma gama de pessoas que estavam impedidas de exercer seus ofícios. Agora, com Natal atingindo um controle maior sobre a pandemia, a gestão entende que há condições de retomada da atividade. Temos o respaldo do nosso comitê científico e recebemos a garantia dos representantes do setor de que as normas serão seguidas e haverá um controle rigoroso dos processos. A Prefeitura seguirá com suas ações de fiscalização, não vai permitir o descumprimento do decreto e, caso seja necessário, não se furtará a fechar os estabelecimentos que não seguirem as regras, conforme já aconteceu. Faremos de tudo para Natal não retroceder”, destacou Fernando Fernandes.

Habib Chalita, presidente do Sindicato de Hoteis, Restaurantes, Bares e Similares do RN, ressaltou o papel importante desempenhado pela Prefeitura de Natal em todo esse processo junto aos representantes do setor: “As portas da gestão municipal sempre estiveram abertas. O diálogo foi constante e houve muita sensibilidade do poder público da capital potiguar em ouvir nossos pleitos. Saímos do encontro bem otimistas”.

Para Luciano Almeida, representante da Associação das Casas de Evento e Salões Infantis de Natal, a autorização para a retomada gradual das atividades abre um horizonte promissor para as empresas e profissionais do segmento, bem como vai ajudar muito a incrementar a economia da capital potiguar.

“É um momento de alívio e de muita responsabilidade. Desde 17 de março, estávamos proibidos de exercer as nossas profissões e, com a liberação gradual, podemos planejar melhor os nossos projetos, preservar o emprego dos diversos profissionais que atuam no setor e dar uma satisfação aos nossos colaboradores e clientes que estavam angustiados com essa incerteza, já que repactuamos diversos contratos. Agora é manter todos os cuidados e trabalhar”, asseverou Luciano Almeida.