Fortalecido como ministro, Rogério Marinho vira alvo de adversários no RN


Ex-deputado federal pelo Rio Grande do Norte, Rogério Marinho (sem partido) se transformou em um dos principais ministros do governo Jair Bolsonaro. Responsável por tornar o antes apagado Ministério do Desenvolvimento Regional em um dos mais cobiçados do país, o potiguar agora virou alvo preferencial de potenciais adversários em 2022. 

Nas últimas semanas, uma série de notícias contrárias ao ex-parlamentar foram divulgadas pela imprensa do RN. Nos bastidores, a informação é que ele já foi eleito como principal adversário de governistas para o pleito do próximo ano, mesmo sem ter nem mesmo filiação partidária e sem jamais ter se pronunciado sobre qualquer chance de candidatura. Tudo porque direcionou para o Estado, sempre carente de investimentos federais, os recursos que o RN precisava há anos. 

Apenas sob a gestão de Rogério, o RN viu ser impulsionada de forma definitiva a construção da Barragem de Oiticica, a recuperação da barragem Passagem das Traíras, garantiu a chegada da Transposição do Rio São Francisco ao território potiguar e ainda anunciou o edital para o Projeto Seridó, um sonho dos potiguares que garantirá água para a região pelos próximos 50 anos, no mínimo. Isso sem falar nos recursos para habitações populares, trens urbanos, saneamento básico, entre outros, liberados por Rogério para o RN.

Com tamanha força política junto ao governo Bolsonaro e com tantas obras sob sua responsabilidade no RN, o ministro já virou alvo dos adversários. 

Pró-Sertão e Metrópole Digital 

O bom desempenho de Rogério como ministro não surpreende o potiguar. Ele foi o responsável por criar projetos que até hoje rendem bons frutos ao RN. Destaque para o Pró-Sertão e o Metrópole Digital. 

O primeiro gera atualmente quase 5 mil empregos diretos em oficinas de costura pelo interior do Estado. Hoje, a iniciativa conta até mesmo com o reconhecimento do Governo do Estado, sob o comandoda petista Fátima Bezerra.

Já o segundo, em funcionamento na UFRN, inseriu Natal de forma definitiva no mapa da tecnologia da informação, mercado de trabalho que mais cresce no mundo.

Fonte: Portal Grande Ponto