Em Angicos, policial é condenado pelo TJRN por abuso de autoridade

Um policial foi condenado por improbidade administrativa em virtude de abuso de autoridade e agressões contra um adolescente. O caso aconteceu em Angicos, distante 174 quilômetros de Natal, região central do estado. 

A sentença é do juiz Bruno Montenegro, da Vara Única da Comarca de Angicos. 

A decisão veio após uma ação do Ministério Público do RN, que apontou que o acusado “espancou o então adolescente quando este foi à delegacia para visitar um irmão que encontrava-se custodiado”. 

Em sua defesa o policial alegou que o adolescente “teria brigado com um terceiro, tendo chegado à delegacia já ensanguentado e machucado, e que teria socorrido o ofendido, levando-o ao banheiro”. 

Para comprovar suas acusações, o Ministério Público juntou documentos como a declaração do ofendido, do acusado, prontuário médico indicando os ferimentos e depoimento de testemunhas.