Padre Jailton, o pároco que dará o maior de todos os presentes a São José e seus devotos


Padre Jailton da Silva Soares - macauense, filho das terras das Salinas, irá dar o maior de todos os presentes à Casa do nosso pai São José, a todos os seus fiéis devotos e a nossa terra, que passará a ser cidade santuário. Padre Jailton que é filho daquele chão salgado abençoado pela Imaculada Conceição de Maria, título anualmente comemorado no dia 08 de dezembro, data especial, também escolhida pelo Papa Papa Pio IX, em 08 de dezembro de 1870, para proclamar São José - padroeiro Universal da Santa Igreja.

E para comemorar tão magnífica data, padre Jailton preparou junto a articulação e secretaria paroquial, coordenadores, agentes de pastorais e movimentos, e fiéis leigos, uma vasta programação para este ano de 2020, onde teremos os estudos da Espiritualidade Josefina, diante da graça que vivenciamos este ano o sesquicentenário da Proclamação do nosso Excelso Padroeiro São José como Patrono Universal da Santa Igreja.

Além disso, no dia 19 de março próximo, será assinado o decreto Arquidiocesano que eleva a Igreja Matriz de São José a Santuário Josefino, por S.Ex.ª Revma Sr. Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, pedido feito pelo próprio padre Jailton diante de várias testemunhas que lotavam a Praça da Matriz na Missa Solene de São José no ano passado.

Nós, paroquianos de São José dos Angicos rendemos Graças a Deus pelo paroquiato de padre Jailton Soares, amigo fiel, querido e amado por todos e que vem amando, zelando e cuidando tão bem da nossa estimada Paróquia.

Somos eternamente gratos ao padre Jailton por todo zelo, carinho e disposição pelo que este sacerdote já fez, faz e continuará fazendo pela Paróquia de São José dos Angicos, e tão breve, único Santuário Josefino da Arquidiocese de Natal e da província do Rio Grande do Norte.

Que o nosso pai São José ao lado da Virgem da Conceição, Imperatriz das terras das Salinas, continuem intercedendo por sua vida e pelo seu fecundo e santo sacerdócio.

Os angicanos e pedrozenses é um povo abençoado e feliz por ter um padre tão amoroso, carinhoso, cuidadoso e zeloso como o senhor.

Gratidão,
Angicanos e Pedrozenses.

(Texto: Blogueiro Gilberto Rocha - atualmente coordenador da Pascom Angicos).