Governo do RN distribuirá 215 mil kits da merenda escolar aos alunos da rede estadual


Uma operação inédita e de grandes proporções. Assim pode ser descrita a distribuição dos kits com gêneros alimentícios da merenda escolar na rede estadual de educação. Chegando a todas as unidades de ensino, o Governo do RN distribuirá 2.159 toneladas de alimento aos mais de 215 mil alunos matriculados. As entregas, que alcançarão a todos os estudantes nos próximos dias, tiveram início na última quarta-feira (6), em fase piloto, na região de Santa Cruz. Esta ação, que faz parte do conjunto de medidas adotadas para o enfrentamento à Covid-19, conta com um investimento de R$ 9,8 milhões, oriundos do Programa Nacional de Alimentação Escolar.

Cada kit é composto por produtos que fazem parte da mesa da família potiguar. Feijão, arroz, macarrão, açúcar, flocão de milho são alguns dos itens que compõe as cestas, que terá cerca de 10 kg de alimentos e um preço médio de R$ 46. As escolas recebem os kits dos fornecedores e operacionalizam o processo de entrega, que passa pela higienização dos kits e protocolos de entrega que permitam o menor contato possível entre as pessoas. As entregas são acompanhadas pelos gestores escolares e pelas Diretorias Regionais de Educação e Cultura (DIREC) e de Alimentação Escolar (DRAE). Cada família será avisada pela escola sobre o dia da retirada do kit.

Para que essa entrega fosse possível, a Secretaria de Estado da Educação, da Cultura, do Esporte e do Lazer do RN (SEEC) montou um grupo logístico que articulou a ação com gestores, fornecedores, nutricionistas, além de manter um diálogo com órgãos de controle, como o Conselho de Alimentação Escolar, o Ministério Público e Defensoria Pública. “Essa é a maior operação feita pela Educação do RN.

Tivemos um primeiro momento, a entrega dos 24 mil kits aos alunos em vulnerabilidade social, para entendermos e aprimorar a logística nas entregas. Agora, por determinação da governadora, elevamos esse número para 215 mil kits, um para cada aluno, dando o apoio necessário às famílias que estão com os alunos em casa”, frisa Getúlio Marques, titular da SEEC. “Com a compra dos kits, estamos apoiando as empresas do RN, em especial, as pequenas, e acreditamos no cumprimento dos prazos por parte dos fornecedores para cumprir as entregas”, finaliza.

Dos R$ 9 milhões investidos, 36% será gasto com itens da agricultura familiar, beneficiando os pequenos agricultores do RN. As compras terão produtos específicos em determinadas regiões do RN, observando as cadeias produtivas locais, como, por exemplo, na região Oeste, o arroz vermelho fará parte dos kits, em Natal, o leite em pó. No Seridó, bebida láctea chegará a mesa dos estudantes. A polpa de frutas que será ofertada aos alunos, também será fruto do trabalho de homens e mulheres do campo.

24 MIL KITS JÁ FORAM ENTREGUES

No começo de abril, 24 mil estudantes receberam kits com itens da merenda escolar. Nesse primeiro momento, as cestas utilizaram produtos que estavam nos estoques das escolas. Os alimentos foram organizados em kits e distribuídos para as famílias dos alunos com maior vulnerabilidade social, identificado pelas equipes das próprias escolas.