Menu

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Secretaria Municipal de Educação de Angicos: integração escola-comunidade e trabalho realizado

Neste um ano e cinco meses, alguns avanços foram alcançados na cidade de Angicos na área de educação, como por exemplo, os constantes avanços na temática do ensino fundamental da rede municipal de ensino.
De acordo com a secretária de Educação, professora Cinara Dantas, é um desejo pessoal enquanto titular da pasta que os dados indiquem diminuição nos índices de analfabetismo e aumento no número de pessoas que concluem o ensino fundamental e EJA no município de Angicos e, para isso tem feito um importante e cuidadoso trabalho para que isso venha acontecer.
Porém, para isso não basta garantir o direito de todos à escola. É preciso assegurar também as condições para que todas as crianças, adolescentes e jovens possam permanecer na escola e progredir em seus estudos, garantindo-lhes uma educação de qualidade.
Para ir além do que já foi conquistado até agora é preciso que todos se mobilizem: governos, educadores, funcionários, alunos, familiares e organizações da sociedade civil angicana.
Somente com a mobilização destes setores da sociedade será possível assegurar um ensino público e gratuito, de qualidade e acessível para todos os filhos e filhas de nossa terra.
É preciso reconhecer a grande importância de uma participação maior e mais efetiva da comunidade no cotidiano escolar.
Nesse atual modelo de gestão, em que a secretária Cinara Dantas, vem implantando, a comunidade escolar tem participação ativa na definição e no desenvolvimento da escola, por diversos e diferentes meios e prevendo, portanto, uma abertura maior para a participação da comunidade externa. 
O estreitamento de laços entre escola e comunidade gera benefícios aos moradores e à própria comunidade escolar, além de restabelecer a relação de respeito e confiança com a escola e promover sua valorização junto à sociedade.
A escola será reconhecida e valorizada pela população a partir da participação da comunidade, pois, é o único vinculo capaz de promover aprendizagem de conhecimento, valores e condutas necessárias para viver, conviver, produzir e consumir com dignidade na sociedade.
Se a escola ensinar, mas não houver aprendizagem, é porque ela fracassou. Isso é particularmente importante quando se considera alunos e famílias pobres, para quem a escola é, senão a única, a mais importante via de acesso aos saberes que dão plenitude à cidadania para os cidadãos mais necessitados.
Quando a escola conseguir ultrapassar seus muros, tornando um pólo cultural da comunidade em que está localizada, ira ter um ganho geral e é isso que todo corpo técnico da secretaria vem fazendo para conseguir realizar e fazer da educação angicana uma das mais valorizadas e reconhecidas no RN. Afinal, a educação de Angicana é conhecida mundialmente através do método Paulo Freire, implantado na cidade a cinqüenta anos atrás.
Ao perceber que também tem como contribuir com a escola, a família passa a se reconhecer e a valorizar sua própria cultura.

É nesse processo de participação, de reconhecimento de papéis e de respeito às diferenças, que surge o esforço e a força de vontade de um importante trabalho realizado pela secretária Cinara na educação de Angicos.
Se queremos uma educação de qualidade para todos,
Precisamos de todos pela qualidade da educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário