Em ANGICOS, celebração da Quarta-Feira de Cinzas marca o início da Quaresma, campanha da fraternidade será lançada no próximo sábado, 17


A Paróquia de São José, em Angicos celebrou ontem dia, 14, a Quarta-feira de Cinzas, iniciando o Tempo da Quaresma, período de recolhimento e de preparação para a Páscoa. Segundo a tradição católica, a Quaresma lembra os 40 dias que Jesus esteve no deserto em oração, sem se alimentar e resistindo às tentações. A Quarta-Feira foi instituída há muito tempo na igreja. Os judeus sentavam-se sobre as cinzas já como forma de arrependimento dos pecados. 




Na homilia, o pároco de Angicos, padre Severino Neto, lembrou que trazendo isso para os dias atuais, as cinzas lembram nossa fragilidade, nossa limitação, lembrando que do pó nós viemos e ao pó voltaremos. A celebração da imposição das cinzas tem um grande significado para os cristãos católicos. Com as cinzas úmidas, o padre e o ministro extraordinário da Eucaristia, então, marca a testa ou a cabeça de cada fiel, pronunciando: “Convertei-vos e crede no Evangelho”.







Tempo de jejum, oração e caridade


Padre Severino Neto ainda ressaltou aos fies presentes na celebração que no período da Quaresma, a igreja recomenda aos fiéis viver o jejum, a oração e a caridade, características marcantes deste tempo. “Com a oração chegamos até Deus e conseguimos as nossas graças”, disse o padre.

Na Quarta-Feira de Cinzas, a igreja recomenda a abstenção do consumo da carne vermelha, como forma de controle dos instintos.

O jejum tem um sentido bonito. A igreja pede que os fiéis se abstenham de algum alimento para que se consiga controlar o instinto do nosso corpo, nossa vontade. Controlando isso, conseguimos controlar qualquer situação na nossa vida. O jejum é um exercício espiritual”, ressaltou o pároco.

O padre, entretanto, lembrou que idosos acima de 60 anos, crianças abaixo de 13 anos e pessoas com problemas de saúde estão liberados do jejum.

Campanha da Fraternidade será lançada no próximo sábado, em Angicos


Juntamente com a Quaresma, a igreja inicia a Campanha da Fraternidade, que neste ano, tem como tema “Fraternidade e Superação da Violência” e lema “Em Cristo somos todos irmãos” (Mt 23, 8).
A escolha se dá devido ao crescimento dos índices de violência no país e para chamar a atenção para a necessidade de superação não só da violência física, mas da violência psicológica e espiritual. Por meio da campanha, a igreja pede para que sejamos promotores da paz, do diálogo e da tolerância, diante de um mundo tão violento no qual estamos vivendo.

A cidade de Angicos sediará no próximo sábado (17) o lançamento da Campanha da Fraternidade 2018 do Vicariato Norte da Arquidiocese de Natal que corresponde ao 5º e 6º zonais. Para o lançamento foi organizada uma vasta programação direcionada ao evento. Com início previsto para as, 15 horas, com recepção de frente ao Clube Municipal, aos padres e comitivas das paróquias que virão para nossa cidade de Angicos, em seguida acontecerá a caminhada da paz fazendo alusão ao tema da campanha fraternidade deste ano, encerrando com uma Concelebração Eucarística na Igreja Matriz de São José dos Angicos, presidia pelo Padre Josino Raimundo, pároco de João Câmara, padre episcopal e que coordena o V Zonal, a pregação será proferida pelo coordenador arquidiocesano da Campanha da Fraternidade, Padre Robério Camilo da Silva.