Leite é armazenado de forma irregular no Centro de Saúde de Angicos


Na tarde desta terça-feira (18) estivemos na sala de espera do Centro de Saúde de Angicos, onde também funciona a sede da Secretaria Municipal de Saúde, até ai nada anormal, se não fosse um flagra que fizemos no local.

Pouco tempo depois de chegarmos naquela unidade de saúde, onde passam muitas pessoas com as mais variadas enfermidades, pudemos observar algo meio que estranho na forma do armazenamento do leite que chegava ao local.



O leite pasteurizado, oriundo da nossa maior indústria de laticínios da Região Central - a APASA (Associação dos Pequenos Agropecuaristas do Sertão de Angicos), estava sendo armazenado de forma irregular numa entre sala que fica entre um "banheiro dos funcionários", um consultório e a sala de espera dos pacientes que aguardam atendimentos.

De acordo com informações que obtivemos no Centro de Saúde, o leite que naquele local é 'guardado', serve de redistribuição para o Hospital de Angicos, os postos de saúde e as sobras de acordo com a pessoa X, são para população carente que procuram o Centro de Saúde, que segundo ele, tem de pedir diretamente à secretária Nataly Felipe, para assim, conseguirem levar o leite que costumeiramente sobra.


É algo grave, além da forma de armazenamento irregular, a secretaria ainda usa as sobras do leite para se alto promover e fazer politicagem com o cargo que por ora ocupa.