Menu

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Bebê morre em Nova Cruz após motorista de ambulância se negar a levar gestante


Um motorista de uma ambulância foi preso depois que um bebê morreu após ele se negar a transportar a mãe da criança. O caso aconteceu em Nova Cruz, no Agreste Potiguar. O profissional justificou a omissão citando que extrapolaria o turno do trabalho.

A morte do bebê aconteceu no Hospital Municipal de Nova Cruz. De acordo com a Polícia Civil, a equipe médica havia alertado Mewerton Avelino de Moura, de 33 anos, da necessidade imediata de transferência da gestante. Ela precisava de um atendimento especializado em outra unidade. Caso contrário, poderiam morrer a paciente e a criança. Mas, o motorista, que ainda tinha duas horas do turno para cumprir, se negou a fazer a viagem.

Em decorrência da negativa do motorista, o procedimento foi realizado na unidade de Nova Cruz. Porém, o quadro clínico se agravou e o bebê não resistiu, indo à óbito.

Preso pela  6° Delegacia Regional de Polícia de Nova Cruz, Mewerton Avelino está sendo investigado por crime homicídio, decorrente de conduta omissiva. A autoridade policial entendeu que ele teria o dever de agir, em razão da função que desempenhava.

Portal No Ar

Nenhum comentário:

Postar um comentário