Com filiação da prefeita Sandra ao MDB, ex-prefeito Daniel perde a liderança dos bacuraus de FP


Na tarde desta quinta-feira (06) no Hotel Praiamar, em Natal, a prefeita Sandra Jaqueline, de Fernando Pedroza, assinou a ficha de filiação ao Movimento Democrático Brasileiro - MDB, atendendo convite feito pelo presidente estadual do partido, deputado federal Walter Alves.

Sandra passa agora a comandar de fato a legenda bacurau na cidade, deixando de fora do comando do partido o ex-prefeito Daniel Pereira. Assim foi com o ex-prefeito Dedé Salviano e com o ex-prefeito José Renato, ex-MDBistas, que também foram extirpados da legenda pelos dirigentes estaduais do partido.

O ex-prefeito Dedé Salviano foi o primeiro a comandar a legenda bacurau na cidade, desde quando foi vice-prefeito de Espedito Alves, passando a ser prefeito de Angicos, após o seu cruel assassinato em praça pública no exercício do seu mandato. 

Assim sendo, Dedé continuou no partido e com a emancipação de Fernando Pedroza, na época, ele disputou o seu primeiro e segundo mandato pela legenda bacurau.

Anos depois, Dedé Salviano foi destituído da presidência do MDB, a família Alves liderada pelo ex-deputado Henrique Alves, na época tirou de Dedé e entregou o comando do partido ao ex-prefeito José Renato da Silva.

Mais tarde, a novela se repete e com a chegada de Daniel Pereira na cidade, os Alves, outra vez, retiram o comando da legenda dessa vez das mãos de José Renato e o entregam ao ex-prefeito Daniel Pereira.

Daniel Pereira foi candidato a prefeito de Fernando Pedroza nas eleições de 2012 pelo MDB, quando saiu derrotado, e após a cassação da chapa Renato/Patrícia pela Justiça Eleitoral, Pereira assumiu a chefia do Poder Executivo Pedrozense em junho de 2013. 

Nas eleições municipais de 2016, Daniel tenta sua reeleição pelo MDB, tendo como candidato a vice-prefeito o empresário Mário Miranda, ambos foram derrotados pela atual prefeita Sandra, que foi eleita com uma maioria esmagadora.

E mais uma vez, a cena volta a se repetir. A troca do comando do partido mais uma vez é feita pelos Alves, desta vez, pelo deputado Walter que preside a legenda no estado. Walter realiza a destituição de todo o diretório municipal do partido e o entrega a prefeita Sandra Jaqueline, que o apoiou nas eleições gerais de 2018.

A prefeita Sandra Jaqueline irá disputar sua reeleição pelo seu novo partido. Ela contará com todo o apoio do diretório estadual da legenda.

Daniel fica sem liderança, se continuar no MDB, ele deixa de ser líder e passa a ser liberado pela prefeita Sandra Jaqueline, aquela que lhe deu a sua maior derrota de todas as suas disputas eleitorais, e também a maior maioria em cima do segundo colocado de toda história política de Fernando Pedroza.

A partir de agora, o futuro político do ex-prefeito Daniel Pereira é incerto.