Celebrações da Semana Santa serão sem participação do povo e transmitidas pelas redes sociais


Com o isolamento social por conta do coronavírus, a Arquidiocese de Natal decidiu, nesta quinta-feira (26), que os ritos da Semana Santa serão com portões fechados. As celebrações serão na Catedral Metropolitana da capital e nas igrejas matrizes de cada paróquia.

As igrejas católicas do RN vem fazendo as celebrações sem público desde 19 de março. Assim, as missas vêm sendo transmitidas no rádio, televisão e também nas redes sociais de cada paróquia.

Sem a presença dos fiéis, a programação da Semana Santa será afetada. A missa do Crisma foi adiada; a Quinta-feira Santa continua com a cerimônia do lava-pés, mas sem a procissão do Santíssimo Sacramento. Na Sexta-feira Santa, a oração Universal será “Pelas vítimas da pandemia”.


A Vigília Pascal vai acontecer de modo simples. “Aqueles que não podem de modo nenhum unir-se à Vigília Pascal celebrada na igreja, rezam o Ofício das Leituras indicado para o Domingo da Páscoa”, diz a Arquidiocese. O Domingo de Ramos será celebrado na catedral e igrejas matrizes.

O Arcebispo Metropolitano de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, preparou orientações ao clero acerca das celebrações da Semana Santa, tendo vista as recomendações para evitar o coronavírus (Covid-19).

As orientações são com base no decreto publicado pela Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, da Santa Sé.

Seguem as orientações do Arcebispo: