Suspeitos de matar arquiteto em natal prestam depoimento à Polícia


Um adolescente de 14 anos e um jovem de 18, suspeitos da morte do arquiteto Eliedson Vinícius Marcelino de Menezes, de 39 anos, se apresentaram voluntariamente à polícia nesta terça-feira (26). Eliedson foi assassinado a facadas na semana passada dentro do apartamento em que morava, em Natal.

Segundo a Polícia Civil, os suspeitos foram ouvidos e em seguida liberados, porque livraram o flagrante e não há mandado de prisão contra nenhum dos dois.
Nos depoimentos, um acusa o outro do homicídio. O adolescente se apresentou no início da tarde na 1ª DP de Parnamirim, na Grande Natal. O jovem foi direto à Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), horas depois.

Eles disseram aos investigadores que conheceram Eliedson no dia do crime e que foram até a casa dele para lanchar. Depois disso, um dos dois entrou com o arquiteto para o quarto após acordar um valor para um programa, segundo o relato de ambos. Os dois depoimentos convergem até esse ponto da história.

Já dentro do cômodo, teria havido uma discussão por discordância do dinheiro a ser pago pela vítima. Foi aí que Eliedson de Menezes foi esfaqueado e morreu. O adolescente diz que quem entrou no quarto foi o jovem de 18 anos e este acusa o primeiro de tê-lo feito. Na fuga, os dois levaram o carro de Eliedson.

Veículos encontrado

Policiais militares encontraram nesta terça-feira (26), em uma casa no distrito de Mangabeira, em Macaíba, o carro do arquiteto Eliedson de Menezes. De acordo com a PM, homens da Força Tática do 9° Batalhão faziam um patrulhamento de rotina no bairro Felipe Camarão, na Zona Oeste de Natal, quando notaram um homem com atitudes consideradas suspeitas em uma moto.

Os policiais decidiram então seguir com o suspeito até a casa dele. Chegando lá, a PM se deparou com o veículo do arquiteto Eliedson, que foi roubado na noite em que ele foi morto.

O homem suspeito de receptar o automóvel ficou preso, porque havia contra ele um mandado de prisão em aberto por outro crime.

O assassinato

O arquiteto Eliedson Vinícius Marcelino de Menezes, de 39 anos, foi encontrado morto na quarta-feira passada (20) dentro do apartamento em que morava no bairro de Lagoa Nova, Zona Sul de Natal. O apartamento dele estava bagunçado e com um papel com sangue em cima da mesa. A porta do quarto estava trancada por fora, segundo relatou um primo de Eliedson.

Segundo a Polícia Civil, Eliedson Marcelino foi visto entrando no condomínio por volta das 18h do dia anterior em seu próprio carro acompanhado de dois jovens. Câmera de segurança flagraram os dois jovens levando o veículo do local. O caso está sendo investigado como latrocínio: roubo seguido de morte. 

G1RN