ME RESPEITEM PARA SEREM RESPEITADOS


O Blog Tribuna do Cabugi não tem medo de cara feia e nem muito menos daqueles que trabalham nesta mesma área da Comunicação e que estão a serviço, sabe lá de quem, e que entraram numa campanha para tentar me intimidar. Dane-se. Não vão conseguir.

Muitos tentam a todo custo querer me taxar do que eu não sou, não funciona, o povo sabe da verdade, eu trabalho com a verdade, ao contrário de outros que se sustentam da MENTIRA.

Não foi dessa vez que funcionou. Não vou ceder a caprichos de A, nem de B, e nem muito menos de C.

Ao longo de mais de uma década, desde a época do Rádio como repórter, do Jornal Cajarana de Santana do Matos como Colunista Social, iniciando como blogueiro com o Blog do Gilberto Fernandes, passando pelo Panorama Angicano, FP Notícias, e hoje no Tribuna do Cabugi, construí respaldo junto aos meus mais fiéis leitores e ao povo, e não é você que vai apagar uma história de credibilidade e de respeito conseguidos ao longo do tempo. Podem tirar o cavalo da chuva seus parasitas!

De maneira alguma vão conseguir calar os que de fato falam a verdade. Podem me chamar de feio, bobo, idiota, o diabo a quatro. Não dou a mínima. Sou aberto as críticas, as conversas, se estou errado, me corrijo. Agora não aceito jamais quem não tem respaldo, só o que tem é rejeição, querer me desqualificar enquanto pessoa e profissional que sou e me chamar de mentiroso. MENTIROSOS SÃO VOCÊS QUE VIVEM DE ENGANAR O POVO.

Neste tempo de campanha eleitoral em que a politicagem e picuinha ideológica partidária fala mais alto do que a estima e consideração, não mais darei calado por resposta.

Desta vez, a minha resposta foi apenas neste espaço, que pouco uso para defesa pessoal, no entanto, se continuarem indo além da conta, vou buscar reparação no ambiente adequado. O insulto ridículo não prosperou, tenho plena consciência de quem eu sou e do que faço. Não há nada que me abale, que me faça perder a cabeça, mas é necessário dar resposta a quem merece. E eu continuarei a escrever o que penso, nos limites  da legislação brasileira. É esse o compromisso que tenho com os meus leitores que me doam milhares de acessos diários.

Estou como sempre estive aberto ao diálogo, conversem comigo, liguem, se discordam venham até a minha pessoa, agora não me venham com acusações disso ou daquilo para cima de mim, principalmente me taxando de mentiroso. Estou com a minha verdade, tenho vários prints de agora e de bem antes, não ando ligado a inverdades, tudo que falo e que escrevo é com respaldo.

De agora em diante, provado e evidenciado que não ando com a mentira, mostrarei provas, responderei toda e quaisquer às insinuações, difamações e congêneres.  Acabou a baderna!  É assim como devem ser tratados os indecentes que tentam denegrir a honra alheia.

Muitas foram as ligações e mensagens no WhatsApp de solidariedade a meu Blog e a minha pessoa, e para quem achar que um dia estarei pegando leve com essa gente, com o coração mole, me alertem por favor. Pois não vão mentir mais a meu respeito. Encerro por aqui minhas palavras, vamos ao caso... E que realmente sigam as cenas dos próximos capítulos. E se a tentativa era alguma intimidação, vocês vão colher o efeito contrário: o primeiro capítulo dessa novela só demonstrou que meu repúdio a certas opiniões de quem em nada me acrescentam, está ancorado na realidade dos fatos que narro e escrevo. Quem lê o que escrevo sabe como “estou morrendo de medo”… Bando de ridículos!