Em Fernando Pedroza, novos nomes também surgem como forma de renovação na política pedrozense

A disputa eleitoral do próximo ano protagonizará um dos pleitos mais disputados dos últimos tempos na política da região Central, e em Fernando Pedroza não será diferente. 
Nesse pleito, surge no cenário político nomes que vem ganhando forças diante do cenário de renovação que vem sendo feito nas disputas eleitorais. São novas esperanças, novos pensamentos, novas atitudes, sangue novo, adjetivos que acompanham os mais diversos nomes dos fortes postulante à uma vaga na Câmara Municipal de Fernando Pedroza. 
São jovens que carregam popularidade, carinho e a confiança do povo, são nomes que surpreenderão nas próximas eleições e chegarão forte na disputa pelos cargos eletivos que estarão disponíveis para concorrida disputa eleitoral.
Ouvindo os anseios da população, que pede com urgência sangue novo na política atual, alguns jovens já surgem como opção de escolha, por conhecerem profundamente e detém suas raízes familiares, pois, as palavras expressas pelos eleitores da antiga vila de São Romão, comprovam o sentimento do povo por novos nomes que representem, não esquecendo dos antigos, claro, mas que de fato e de verdade, uma mudança tanto na forma de fazer política, como na forma de governar.
Dentre os nomes que poderão está disponíveis para escolha do povo pedrozense estão:
Diego Costa, que já disputou sua primeira eleição para vereador na eleição passada, ficando na segunda suplência.  Diego poderá novamente disponibilizar seu nome para escolha do povo. Ele é filho do ex-vereador Gilson Costa e da ex-secretária de Educação, Luzineide Trindade.
João Henrique Gonçalves, membro de uma das mais grandiosas e tradicionais famílias de Fernando Pedroza, os Gonçalves. É filho da professora Sandra Gonçalves e de João Maria, conhecido como Bahia. Na política João tem sangue nas veias, é sobrinho do ex-vereador Jota Neto e primo dos atuais vereadores Karlos Magnos (SD) e de Magnos Paulo (PT).
Rinácio Medeiros Cruz, esse tem sangue político nas veias tanto na família materna quanto paterna, filho do atual vereador Rivaldo Cruz - Vavá, neto da ex-vereadora Josefa Silva da Cruz - Zefinha do Tupá e sobrinho do atual vice-prefeito João Maria Braga, ele nos confidencia que no momento não tem pretensões, mas que se for da vontade popular, não se negará ao desejo do povo em ser candidato.
Messias Mariano, também já concorreu ao cargo eletivo de vereador em 2016, ficou na suplência, é funcionário público municipal, com forte atuação no setor esportivo da cidade. Messias ver seu nome sendo cogitado nas redes sociais para novamente disputar uma das vagas de vereador na próxima eleição.
Breno Lopes, filho do vereador Galego da Padaria e da professora Norma Lopes. Ele nunca escondeu o seu desejo de vim um dia disputar um cargo eletivo em Fernando Pedroza. Atualmente vendo o nome do seu pai sendo sondado como possível candidato a prefeito ou vice, ele poderá disputar a atual vaga que Galego ocupa na Câmara Municipal.
Mateus Garibaldi, jovem cristão e acólito (coroinha) da Igreja de São Joaquim. Desde cedo, ele demostra seu interesse de entrar para política. Sem idade miníma, não teve com disputar nas eleições passadas, porém, segundo ele que atualmente é presidente do Grêmio da Escola Estadual Francisca Alves, irá colocar seu nome a disposição do povo de Fernando Pedroza para disputar uma das vagas na Câmara Municipal em 2020.
Mesmo diante da crise econômica e política que se vivencia, os ventos da renovação despertaram o interesse do eleitor por mudança, esses nomes se consolidam como legítimos representantes desta nova geração.