FEMURN convoca prefeitos do RN para paralisação nacional no próximo dia 11


AOS COLEGAS PREFEITOS, ÀS COLEGAS PREFEITAS, SECRETÁRIOS E ASSESSORES MUNICIPAIS DO RN...
No próximo dia 11 de abril, os municípios brasileiros, sob a orientação da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), cumprirão a pauta municipalista para o ano de 2014, com uma paralisação nacional de um dia, com o fechamento das prefeituras, funcionando apenas  os serviços de caráter essencial (incluindo escolas e hospitais).
Conclamamos os colegas prefeitos e prefeitas do RN para se somarem a esta pauta municipalista, fechando também suas prefeituras de forma unificada, seguindo as orientações anexas. Oportunamente informaremos acerca de eventual programação adicional e especifica do Rio Grande do Norte, sob a orientação da FEMURN.
Saudações Municipalista a todos,
Prefeito Benes Leocádio - Presidente da FEMURN.

AÇÕES PROPOSTAS PELA CNM
A Confederação Nacional de Municípios (CNM) preparou uma lista com dez ações a serem adotadas pelos gestores municipais, antes da paralisação nas Capitais, marcada para o dia 11 de abril.
Esta será mais uma etapa da campanha nacional Viva o seu Município, iniciada em fevereiro, com o Dia do Municipalismo. Na última terça-feira, 25 de março, durante a segunda parte da campanha, a Mobilização em Brasília, os participantes pediram essa listagem para facilitar a preparação para o dia 11.
O presidente da CNM, Paulo Ziulkoski, ressalta mais uma vez que o fechamento das prefeituras deve ser um dia cívico e de protestos pacíficos. Os serviços essenciais, como escolas e hospitais devem funcionar normalmente. A ideia é que gestores, servidores, e munícipes possam ir até a capital de cada Estado pedir mais atenção à saúde financeira dos Municípios.

Veja as dez ações recomendadas pela CNM para a Paralisação nas Capitais:
1 – Convide a população por meio de panfletos, cartazes, entre outras formas de comunicação
2 – Divulgue o hotsite Viva o seu Município - lá estão explicados os motivos da crise nos Municípios
3 – Envie aos jornais e demais veículos de comunicação, o release da campanha
4 – Procure se informar sobre a crise em seu Município com a CNM
5 – Compartilhe as informações da Paralisação nas redes sociais com a hastag #vivaoseumunicipio
6 – Grave spots de rádio e vídeos falando sobre as dificuldades financeiras da prefeitura
7 – Imprima e divulgue (em anexo) para o cidadão a cartilha “Você sabia que o seu Município está falindo?”
8 – Use os adesivos, camisetas e outros materiais de marketing
9 – Elabore decreto instituindo o ponto facultativo (modelo em anexo) no dia 11 de abril e disponibilizando ônibus para os apoiadores do movimento irem até a capital
10 – Envie para a CNM ( imprensa@cnm.org.br) fotos da Paralisação e poste-as nas redes sociais
Acesse o hotsite da campanha: mobilizacao.cnm.org.br

 

Fonte: Confederação Nacional dos Municípios (CNM)