Afonso Bezerra recebe uma das piores notas do MPRN em transparência de gastos com a Covid-19


A Prefeitura de Afonso Bezerra (RN) gerida pelo prefeito Chico Bertuleza (MDB) recebeu uma das piores notas entre os municípios potiguares na avaliação do Ministério Público do Rio Grande do Norte no quesito transparência com os gastos da COVID-19. 

O município de Afonso Bezerra ficou em último lugar na lista dos municípios da Região Central e ficou com a pior nota: 312 pontos, quando a nota máxima é 700 pontos, portanto, ficou com menos da metade da pontuação exigida.

A Prefeitura de Afonso Bezerra já recebeu R$ 231.878,00 (duzentos e trinta e um mil, oitocentos e setenta e oito reais), mas até o momento não transpareceu como e onde foram gastos os recursos e quanto ainda existe em conta. Não existe transparência na Flor do Sertão.

Afonso Bezerra que tem como prefeito Chico Bertuleza até o momento não mostrou transparência dos gastos públicos empreendidos em razão da atual pandemia de Covid-19. O atual momento pede que seja divulgadas informações claras e completas sobre todas as contratações e aquisições realizadas para o combate ao coronavírus no município.

O sistema foi criado pelo Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) onde é capaz de verificar os Portais de Transparência dos Municípios, de forma automatizada e perene, acompanhando a execução orçamentária especialmente dos gastos com ações de serviço de saúde e de combate ao novo coronavírus.


Veja a pontuação de cada município da Região Central:

1° Fernando Pedroza: 650 pontos;
2° Angicos/Pedro Avelino: 570 pontos;
3° Lajes: 530 pontos;
4° Santana do Matos: 505 pontos;
5° Pedra Preta: 503 pontos;
6° Afonso Bezerra: 312 pontos.

Fonte: Ministério Público do Rio Grande do Norte
Foto: Leonardo Ribeiro